Última Hora

Câmara de Vereadores de Alagoinhas aprova Conselho Municipal de Turismo

Foto: Divulgação
A sessão ordinária realizada na última terça-feira (25) teve como destaque a aprovação do Projeto de Lei que dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Turismo - COMTUR. Enviado pelo Poder Executivo para apreciação dos parlamentares, a proposta visa atender uma exigência do Ministério do Turismo para permitir o ingresso do município no “Mapa do Turismo”, assim como tornar a cidade de Alagoinhas apta para a realização de convênios e de eventos turísticos.

A vice-prefeita e secretária de Cultura, Esporte e Turismo, professora Iraci Gama esteve presente no plenário e comemorou a aprovação com entusiasmo. O vereador Anderson Baqueiro apresentou uma emenda ao Projeto em relação à composição dos membros do Conselho, para que seja constituído por quatro representantes indicados pelo Prefeito e cinco representantes indicados pela comunidade e instituições relacionadas ao trade turístico.

Foram apresentados dois requerimentos solicitando a realização de Audiências Públicas com os seguintes objetivos: de autoria do vereador Luciano Almeida - formação do Conselho Associação de Amigos do Autista de Alagoinhas (AMA Alagoinhas) e do vereador e líder do governo Ozeas Menezes - discussão e esclarecimentos sobre a saúde do homem, mais precisamente os cuidados com a próstata, prevenção e tratamento.

O vereador Luciano Sérgio apresentou uma moção de louvor e aplausos à empresa Natural Gurt, por ser a líder na produção de laticínios em todo território da Bahia, segundo pesquisa feita pela ABASE - Associação Baiana de Supermercado.

Na oportunidade, foi colocado para apreciação um projeto de resolução de autoria da mesa diretora que deverá ser submetido à aprovação na próxima sessão: a proposta altera o artigo 54, seção II, da resolução nº 264/03 - Regimento Interno da Câmara Municipal de Alagoinhas, que passará a ter a seguinte redação caso seja aprovada: “As sessões ordinárias serão realizadas as terças e quintas-feiras, das 15h às 19h”.

Algumas indicações foram apresentadas pelos vereadores: Anderson Baqueiro, Noberto Alves (Bebé), José Cleto (Cleto da Banana) e João Henrique, para serem encaminhadas ao Exmo. Prefeito Joaquim Neto. As indicações estão anexadas e dispostas na íntegra no item Proposições, através do site oficial da Câmara, no endereço:http://camaradealagoinhas.ba.gov.br/.

Durante a sessão, vereadores parabenizaram as mulheres negras pela celebração no dia 25 de julho do Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e pelo Dia Nacional de Tereza de Benguela, líder quilombola que se tornou rainha, resistindo bravamente à escravidão por duas décadas.

Ao final da sessão, o líder do governo trouxe, em slides, uma proposta de solução para a condição em que se encontra o aterro sanitário de Alagoinhas, apontando medidas emergenciais e discorrendo sobre uma visita realizada à cidade de Feira de Santana, com o Prefeito Joaquim, Secretários e o vereador Luciano Almeida. O grupo teve a oportunidade de conhecer o sistema de coleta, transporte e destinação final dos resíduos sólidos gerados pela cidade, assim como o trabalho da empresa responsável.

O Presidente abriu o espaço para que um vereador de cada bancada comentasse a respeito da apresentação, passando a palavra, inicialmente, para o vereador Luciano Sérgio: “Eu quero dizer que eu discordo com veemência de qualquer possibilidade de fazer transporte de lixo para Feira de Santana. Isso é uma vergonha, um absurdo! Eu não aceito ser quintal nem de Salvador nem de Feira de Santana”.

O Presidente complementou: “O município precisa tomar uma atitude rápida em relação ao aterro, abrir de imediato um processo para que se faça uma nova célula”.
O vereador Luciano Almeida esclareceu que o governo está estudando e buscando alternativas para solucionar o problema, e que a ideia da empresa de Feira de Santana é apenas uma possibilidade: “O aterro precisa ser interditado, ou é preciso fazer uma intervenção. É isso que está sendo estudado e os técnicos estão vindo...não tem nenhum martelo batido ainda”.

O vereador Pastor Lins, que abraçou a causa do aterro sanitário, inclusive comparecendo a entrevistas nas rádios recentemente para tratar do tema, em determinado momento opinou: “Eu não vejo isso aí como uma saída, isso aí é trocar seis por meia dúzia! Eu vejo que a saída é buscar outra alternativa...”, afirmando ainda, anteriormente: “O que nós vamos apresentar aqui, eu e o vereador Thor, com certeza é a solução para o aterro de Alagoinhas.”

Ao final, o Presidente convocou os vereadores e convidou todos os presentes para a próxima sessão ordinária que será realizada no dia 27 de julho, no horário regimental, às 17h.

Luciano Reis Notícias com Ascom - Câmara Municipal de Alagoinhas

Nenhum comentário

TESTE MONERO TECH