JUSTIÇA

Acusados de estupro, oito integrantes da New Hit têm pena reduzida para dez anos

Condenados pelo estupro coletivo de duas adolescentes na cidade de Ruy Barbosa em 2015, os integrantes do extinto grupo de pagode New Hit tiveram as suas sentenças alteradas nesta terça-feira (29), quando ocorreu o julgamento de recurso do caso.
Na decisão inicial da juíza da comarca de Ruy Barbosa, nove componentes da banda e o ex-segurança foram condenados a 11 anos e 8 meses de prisão em regime fechado. No entanto, com o novo julgamento realizado nesta terça, oito acusados tiveram a sentença reduzida a dez anos de prisão. Já o ex-segurança Carlos Frederico de Aragão  e  Jeferson Pinto dos Santos, ex-integrante do grupo, foram absolvidos.
Para a absolvição dos réus, o relator do julgamento, o desembargador Lourival Trindade alegou que houve contradição no depoimento das vítimas que não souberam reconhecer os acusados.
O Caso
De acordo com o Ministério Público, no dia 26 de agosto de 2012, no centro da cidade de Ruy Barbosa, a 320 quilômetros de Salvador, os integrantes do extinto grupo de pagode New Hit teriam abusado sexualmente de duas adolescentes que tinham 16 anos à época. O estupro teria ocorrido após os músicos receberem as jovens para sessão de fotos no ônibus da banda. ( Luciano Reis & Bnews )

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.