Última Hora

Após ser solto por Gilmar e ser alvo de novo mandato de prisão, Rogério Onofre se entrega à Justiça

Foto: Reprodução
Após ser colocado em liberdade pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), O ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro-RJ) Rogério Onofre se entregou neste sábado (26) à Justiça. Onofre recebeu um novo mandado de prisão do juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal, do Rio, na Operação Ponto Final, e estava foragido. O ex-presidente do Detro foi preso em 3 de julho e libertado por Mendes, na terça-feira (22). Ele afirmou que iria para sua casa em Paraíba do Sul, no sul do estado do Rio de Janeiro e deveria permanecer à noite e nos finais de semana, conforme medidas restritivas do STF. Porém, na última sexta-feira ele não foi encontrado no endereço. Segundo o advogado de defesa do ex-presidente do Detro, Yuri Sahione, Onofre ‘se sentiu inseguro após sair da cadeia’ e por isso não estava no local acordado. No novo mandado de prisão decretado pelo juiz Marcelo Bretas na última sexta (25) ele justifica o pedido devido a “indícios suficientes que apontam para a autoria de crime de ameaça e possível delito de obstrução da Justiça”. O Ministério Público Federal informou a Bretas que na quarta (23), a defesa do investigado Nuno Coelho entregou aos investigadores uma mensagem e um áudio com uma ameaça de Onofre, que supostamente foi feita antes de o ex-presidente do Detro ser preso.“Vê se você me arruma o meu dinheiro aí, dá um jeito, vocês não estão dando solução de nada, vocês não estão conversando, vocês têm imóveis aí não dão nada, vocês não se…. Vocês devem estar agora…O que vocês devem estar fazendo?”, diz Onofre no áudio. “Vocês ainda não foram…morreram… porque eu quero receber, mermão. Agora eu tô percebendo que vocês não vão pagar mesmo, aí então… nós vamos resolver isso de… foda-se! Pelo menos eu esqueço essa merda aí”, diz o áudio.



Da Redação Luciano Reis Notícias, com Metro 1

Nenhum comentário

TESTE MONERO TECH