POLÍTICA

Lula quer ex-presidentes da França e Vanderlei Luxemburgo como testemunhas

O ex-presidente Lula e seu filho, o empresário Luís Cláudio Lula da Silva, arrolaram 81 testemunhas de defesa na ação penal que avalia sua participação em suposto esquema de tráfico de influência para viabilizar medidas provisórias e a aquisição de caças pelo governo federal. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, a lista inclui os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff, os ex-mandatários franceses François Hollande e Nicolas Sarkozy, três ministros do governo Temer e até o técnico do Sport, do Recife, Vanderlei Luxemburgo.
 
A oitiva de todas as testemunhas foi autorizada pelo desembargador Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), ao analisar recurso da defesa de Lula contra a decisão do juiz da 10ª Vara Federal, em Brasília. O magistrado havia limitado o número de depoentes a 32. ( Luciano Reis & Bnews )

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.