Última Hora

PF pede prisão preventiva de Cândido Vaccarezza


Preso temporariamente no último dia 18, o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza pode continuar na prisão. De acordo com o site O Antagonista, a Polícia Federal pediu a conversão da prisão temporária em preventiva no início da tarde desta terça-feira (22).
O ex-parlamentar do PT foi detido na 44ª fase da Lava Jato. Segundo a força-tarefa, o ex-deputado recebeu pelo menos US$ 478 mil (R$ 1,51 milhão no câmbio atual) em espécie por contratos da Petrobras com a Sargeant Marine, uma empresa norte-americana que produzia asfalto à estatal.

Segundo as investigações, Vaccarezza tinha influência em negócios da Petrobras ligados à Diretoria de Abastecimento, que era de influência do PP, e "apadrinhou" 12 contratos de fornecimento de asfalto, num total de US$ 180 milhões.

O esquema foi descrito pela primeira vez por Paulo Roberto Costa ainda no final de 2014, mas as citações a Vaccarezza —que ainda era parlamentar à época— foram consideradas superficiais. ( Luciano Reis & Bnews )

Nenhum comentário

TESTE MONERO TECH