Brasil

Policial militar morre após ser baleado e chega a cem o número de PMs mortos no Rio de Janeiro em 2017

Foto: Reprodução
Um policial militar morreu na manhã deste sábado (26) após ser vítima de disparos de arma de fogo, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Com a morte do agente, foi contabilizado cem mortes de PMs desde o início do ano de 2017 no Rio de Janeiro. De acordo com informações da Polícia Militar, o policial chegou a ser levado para a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Nilo Peçanha, em Duque de Caxias, porém, não resistiu aos ferimentos. Equipes do 21º Batalhão (São João de Meriti) estão no local para tentar localizar suspeitos. Em carta aberta publicada na manhã deste sábado, no site da corporação, o Comandante Geral da Polícia Militar (PM), Wolney Dias, lamentou pelas perdas e desabafou ao dizer que o clima é de revolta “pela omissão de grande parte da sociedade que se nega a discutir com profundidade um tema de tamanha relevância”. De acordo com ele, um homem que porta arma de guerra e ataca um policial deve ser tratado como terrorista.“Cabe à Polícia Militar enfrentar os efeitos de todos esses indutores de violência. Somos a última barreira entre a ordem e o caos. Estamos fazendo o possível e o impossível para ampliar ao máximo o policiamento ostensivo. E pagando injustamente uma conta que não é apenas nossa. É de todos”, diz o a carta.


Da Redação Luciano Reis Notícias, com Metro 1

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.