BAHIA

Prefeitura e a máfia dos caixões

O Ministério Público do Estado da Bahia, através da 1ª Promotoria de Justiça de Macaúbas, instaurou Inquérito Civil contra a Prefeitura Municipal de Macaúbas, cujo gestor é o petista Amélio Costa Júnior, o Amelinho, e contra a empresa L&M Funerária Pax Regional de Ipupiara Ltda. A ação visa investigar a “Máfia dos Caixões”, denunciada pelo vereador Marcelo Nogueira (PMDB) no dia 17 de julho. (Foto ilustração)

Segundo o parlamentar, através de documentos extraídos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), a prefeitura declarou ter pago por 22 funerais à funerária L&M. Conforme apurado, na relação desses óbitos, nenhum funeral aconteceu durante o mandato do atual prefeito e após o dia 12 de abril, data em que foi homologada a licitação, sendo que alguns deles estão prestes a completar 04 anos. Outro agravante é o fato de, em alguns casos, a própria família pagou integralmente pelos funerais. Além disso, há fortes indícios que a licitação tenha sido fraudada. O promotor solicitou que a prefeitura apresente, em um prazo de 10 dias úteis, uma série de documentos. (acheisudoeste)



Luciano Reis Notícias, com Bahia na Política

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.