Brasil

Justiça decide manter abusador sexual preso em São Paulo: "Cometeu estupro"

Foto: Reprodução
O homem que abusou de uma mulher em um ônibus no último sábado (2), em São Paulo, vai continuar preso, após decisão da Justiça, neste domingo (3).
O juiz Rodrigo Marzola Colombini entendeu que o ajudante-geral Diego Ferreira de Novais, de 27 anos, cometeu mesmo o estupro e converteu a prisão em flagrante em preventiva, para que fique detido até as conclusões do inquérito policial.
O rapaz tinha sido preso na terça-feira (29), depois de ejacular no pescoço de uma outra mulher, também dentro de um coletivo na cidade paulista, porém foi liberado no dia seguinte. O rapaz possui 17 passagens pela polícia por crimes do tipo.

Da Redação Luciano Reis Notícias, com Metro 1

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.