POLÍTICA

Novo anexo de delação da JBS entregue à PGR cita R$ 5 milhões a Aldemir Bendine

Foto: Reprodução
Em novos anexos entregues por delatores da JBS à Procuradoria Geral da República, na última sexta-feira (1º), outros detalhes foram revelados sobre um pagamento feito a Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil. Segundo os documentos que a TV Globo teve acesso, Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, que controla o frigorífico, disse que, no ano de 2013, Bendine, ainda no comando do Banco do Brasil, foi até à casa do empresário, pessoalmente, para pedir dinheiro. Ainda de acordo com a publicação, o delator contou que, mesmo demonstrando constrangimento, Bendine solicitou R$ 5 milhões emprestados para a compra de um imóvel. Bendine afirmou, segundo Joesley, que não poderia beneficiá-lo no banco, pois o sistema de governança da instituição impediria atos ilícitos. No entanto, falou que se esforçaria pra atender a pedidos da JBS, não necessariamente no Banco do Brasil. No documento, Joesley afirmou ainda que Bendine era uma pessoa influente no governo e que, por conta disso concordou em emprestar os R$ 5 milhões.


Da Redação Luciano Reis Notícias, com Metro 1

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.