Última Hora

Dupla que tentou assaltar banco no Corredor da Vitória usava arma roubada de policial militar

[Dupla que tentou assaltar banco no Corredor da Vitória usava arma roubada de policial militar]

Os dois assaltantes presos em flagrante na manhã desta quarta-feira (11), quando tentavam assaltar uma agência do banco Santander, no Corredor da Vitória, em Salvador, utilizavam uma arma roubada de um policial militar para praticar o crime.
"Eles estavam de posse de uma pistola ponto 40 e de um revólver calibre 357. Nós verificamos que essa pistola se trata de uma arma pertencente a um policial militar. Estamos ainda averiguando em quais circunstâncias essa arma foi parar na mão desses marginais, mas provavelmente esse policial foi vítima de assalto, porém isso ainda será averiguado", explicou o major Edmundo Assemany, da Rondesp Atlântico.
"Além disso, também efetuamos a recuperação de três armas, que pertecem ao vigilante da agência, bem como de um colete antibalístico, além de pertences como dinheiro, celulares e jóias das vítimas", completou.
Identificados com os prenomes de Gilmar e Israel, os criminosos foram encaminhados para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), onde foram apresentados à imprensa.
Na ação, dois funcionários do banco e quatro clientes que estavam no local foram mantidos reféns. A polícia negociou a rendição dos criminosos durante cerca de 20 minutos. Após a conversa, os reféns foram liberados sem ferimentos.
Ainda segundo o major Assemani, uma guarnição da 11ª Companhia Independente de Polícia Militar foi encaminhada ao local depois que o alarme da agência foi acionado. "A gerente do banco conseguiu acionar o alarme, o que teria contribuído para a ação rápida da polícia", disse.
Segundo o delegado Paulo Guimarães, do Draco, outros três criminosos, a bordo de uma caminhonete, aguardavam a dupla em frente à agência bancária. "Em depoimento, a gerente do banco relatou que outros três homens também participaram da ação, mas infelizmente eles conseguiram fugir", declarou.
Outro caso
Ainda conforme o delegado Guimarães, a tentativa de assalto desta quarta não tem relação com o roubo a outra agência do Santander, no bairro da Calçada, em Salvador, na terça-feira (10). "Inicialmente não há associação com os dois casos. O roubo no Santander da Calçada foi praticado por outro grupo de criminosos", disse.
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), até o dia 31 de agosto deste ano, 61 casos de assaltados a bancos foram registrados na Bahia. Desse número, 16 casos foram em Salvador, de acordo com o Sindicato dos Bancários da Bahia.
Na terça-feira (10), outra agência do banco Santander, no bairro da Calçada, também foi alvo de uma ação criminosa. Equipes da Operação Gêmeos e da 16ª CIPM e da 17ª CIPM estiveram no local e isolaram o banco. 
A polícia informou que funcionários do banco serão investigados, pois existe a suspeita de que um dos trabalhadores tenha facilitado a ação para os criminosos. Durante perícia, os investigadores descobriram que a porta de acesso à área de abastecimento dos caixas eletrônicos, onde houve o roubo, estava aberta antes dos criminosos chegarem.
Segundo a SSP-BA, três homens com bonés pretos e outro com camisa azul entraram na área exclusiva a funcionários e anunciaram o assalto. Os bandidos levaram uma mochila contendo um notebook e uma pequena quantia de dinheiro enrolada em um elástico. A Polícia Militar divulgou que os assaltantes levaram um malote do banco, mas a informação foi retificada pela SSP-BA. O valor não foi divulgado. ( Luciano Reis & Bnews )

Nenhum comentário