ALAGOINHAS: Cinco mulheres são agredidas durante o final de semana por companheiros. Duas delas pelos ex - Luciano Reis Notícias
ALAGOINHAS: Cinco mulheres são agredidas durante o final de semana por companheiros. Duas delas pelos ex

ALAGOINHAS: Cinco mulheres são agredidas durante o final de semana por companheiros. Duas delas pelos ex

Share This
Foto: reprodução
(Ilustrativa)
O site Luciano Reis Notícias apurou que a Polícia Civil registrou cinco ocorrências envolvendo crime de violência doméstica, em Alagoinhas (BA), durante o último final de semana. O primeiro caso foi registrado na sexta-feira (16/12), no Conjunto Residencial Nulce Pereira, na Rua do Catu. Um homem de 35 anos que está inconformado com a separação, se dirigiu a casa da ex-sogra e flagrou no quarto a ex-companheira ingerindo bebida alcoólica com um rapaz. Após uma discussão o acusado desferiu tapas no rosto da vítima e em seguida no revide, ele acabou sendo agredido pela mulher com uma facada no ombro esquerdo e uma garrafada na cabeça. A ocorrência foi registrada por volta das 18h20. O segundo caso foi registrado no sábado (17/2), a 0h47, na comunidade Jorge Amado na BR-101. Um homem agrediu com um tapa no rosto e depois enforcou a esposa. Os outros caso ocorreram no domingo (18/2). Na Rua T, na Urbis 3, no bairro da Rua do Catu, a polícia prendeu um jovem de 28 anos, depois dele ter invadido a casa da ex-companheira. O acusado em posse de duas facas ameaçou a vítima e agrediu ela na presença do atual namorado. O agressor ainda danificou a porta da residência, alguns objetos do imóvel e o carro do companheiro da ex. O crime foi registrado às 23h58. A outra ocorrência foi registrada no condomínio Mais Viver, no 21 de setembro, no bairro do Barreiro, por volta das 23h25. Um homem chegou em casa e agrediu a esposa com murros e tapas. Segundo a vítima, as agressões aconteceram porque ela tinha saído para levar uma amiga no Terminal de Coletivos, e o marido ficou sabendo e não gostou. Todos os agressores foram presos pela Polícia Militar (PM) e encaminhados para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), em Alagoinhas, onde responderão na Lei Maria da Penha por violência doméstica, lesão corporal e ameaça. 



Da Redação/ Luciano Reis Notícias

Quer falar com o Luciano Reis Notícias? (75) 9 9815-9933 (WhatsApp). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

TESTE MONERO Luciano Reis Noticias