Alagoinhas: Confira a edição 8 da coluna quente 'Boca de Brasa do jornalista e radialista Vanderley Soares - Luciano Reis Notícias
Alagoinhas: Confira a edição 8 da coluna quente 'Boca de Brasa do jornalista e radialista Vanderley Soares

Alagoinhas: Confira a edição 8 da coluna quente 'Boca de Brasa do jornalista e radialista Vanderley Soares

Share This
Foto: Reprodução
O jornalista e radialista Vanderley Soares, traz a edição 8 no site Gazeta dos Municípios da coluna quente 'Boca de Brasa', com as pimentas da Política de Alagoinhas (BA). Confira abaixo




Um coro contra a privatização

“A Câmara Municipal de Alagoinhas, capital da Bahia”. Assim é a introdução de um projeto de Lei apresentado pelo Executivo de Alagoinhas, e, em seguida, diz que o projeto, já sancionado pelo prefeito, prevê a realização de PPPs, mas uma palavrinha inserida lá em seu interior fala em autarquia. Foi o estopim. Já escaldados com a suspeita no Governo anterior de uma possível privatização, os servidores do SAAE se reuniram no pátio da empresa e protestaram. Na hora da sessão de hoje (15), lotaram o plenário e aumentaram o coro contra esse processo. O Executivo recuou e retirou o projeto de pauta, mas deve ser para tirar Alagoinhas como capital da Bahia, algo que já deveria ter ocorrido pelo menos no 2 de Julho, a exemplo do que ocorre em Cachoeira. Não durmam, pois, enquanto dormem, um novo projeto deve estar sendo esboçado. As PPPs devem ser esclarecidas e as privatizações esquecidas. O povo deve comer um prefeito vivo em praça pública se o SAAE for privatizado, pelo menos nas urnas. Pelo texto em epígrafe, alguns vereadores riram e disseram que foi o tradicional copia e cola, uma das proezas da modernidade chamada internet. E veio de Salvador.

Enquanto isso, no Atlético

O prefeito Joaquim Neto deveria tratar o SAAE como trata o Atlético. Se gosta tanto de futebol, precisa beber bastante água. E se gosta de água, deveria aumentar o processo de esgotamento sanitário e tratar os rios que cortam a cidade. Aquela foto na inauguração da obra de restauração do Rio Catu foi apenas na base, pois no leito do rio o mau cheiro e a poluição são constantes. Que bom seria se ele tratasse tudo e, mesmo não conseguindo o ideal, levantasse a bandeira do SAAE como levanta a do Atlético. Corre o risco de ficar tachado ou taxado como um prefeito de uma bandeira só. Mesmo que essa bandeira tenha as cores da cidade.

Ainda sobre o Atlético

O Campeonato Baiano da Série B vai terminar e o povo vai continuar sem saber de onde
vem o dinheiro que custeia o Atlético, principalmente suas contratações. O presidente do clube continua tratando o clube como feudo, como se a eleição de presidente o colocasse acima de qualquer suspeita. Quanto arrecada? Quanto paga? A quem paga? Como paga? Qual a receita e sua origem? São perguntas que não calam, mas, afinal, o Atlético é uma empresa, entidade sem fins lucrativos ou órgão público? Até
onde eu sei é uma entidade sem fins lucrativos. E o Conselho Carcará? O que faz?

Um prefeito, dois pesos, várias medidas

Ninguém sabe quem é o conselheiro do prefeito Joaquim Neto. Ele fala das pesquisas qualitativas que colocam sua administração no topo, mas esquece de conversar com o povo nas ruas. As palavras dirigidas não são as melhores. O Governo vai mal, deve melhorar com Gustavo e Marco Antunes, mas ainda é cedo pra comemorar. Vamos aguardar minguar a verba da CAF e as emendas federais. Em 2019 a corrida do ouro deve reacender a disputa municipal, quando teremos um quadro de quem é quem na panela de pressão.

Lula Prata na OAB

Algumas pessoas já colocam o nome do advogado Luis Carlos Pra, o Lula Prata, como sucessor na seccional da OAB de Alagoinhas. Seu currículo é impecável. Advogado militante á mais de 25 anos- ex coordenador do Centro de cultura de Alagoinhas, Procurador jurídico na prefeitura de Alagoinhas no governo Murilo Cavalcanti, Vereador por 8 anos e presidente da Câmara de vereadores de Alagoinhas, Procurador jurídico da prefeitura de Pedrão no governo de prof luis e procurador jurídico da secretaria de saúde do governo de Jacob Pereira, Assessor jurídico da prefeitura de Aracás no governo de
Dr. Coelho , Marluce e Uelitton, Ex presidente da Cnec, Coordenador do núcleo educacional  de Alagoinhas, Ouvidor jurídico da prefeitura de Alagoinhas no governo de Paulo Cezar, e atualmente trabalha na área de direito administrativo, civil na área de família e principalmente milita na área de advocacia criminal.

E a prestação de contas?

A CAF está aí a toda prova. Mas, quanto gasta? Como gasta? A Câmara fiscaliza as obras? Apura a qualidade do que é feito? Teremos viadutos no centro? Vias exclusivas ligando Alagoinhas Velha à BR 110, ou rua Paulo Afonso? Quanto já gastou? Quanto ainda tem pra gastar? O que ainda será feito? Tem muitos vereadores calados e o povo de olho. O pleito municipal não está distante, e o povo está doido pra julgar aqueles que dão apenas cimento e bloco para os pedin
tes.

Prédio antigo da Câmara será reformado

A coluna Boca de Brasa anterior trouxe uma preocupação em relação à situação calamitosa dos prédios da administração de Alagoinhas, lembrando que o antigo prédio da Câmara, em anexo, estava fechado, mas completamente destruído pelo tempo. Fomos convidados pelo secretário de Governo, Marco Antunes, para uma visita in loco, quando nos foi passado que o local será totalmente reformado. O prédio vai dis
por de uma sala de reunião (metade de onde funcionou o plenário), e abrigar as secretarias de Governo, Comunicação e Ouvidoria. O Jornal Gazeta já havia feito esse levantamento desde 2016. O valor da obra não nos foi passado, mas deve ficar por uns R$ 200 mil.

Térreo da Prefeitura também será reformado

Reformado e modernizado, com elevador e condições dignas de trabalho. Esse é o pensamento do secretário de Governo em relação ao prédio da Prefeitura, cujas condições físicas também abordamos na coluna anterior. O prefeito, em conversa com nosso colunista, disse que é possível a instalação de um elevador. É que pessoas com dificuldades locomotoras não podem subir ao Gabinete do prefeito e secretarias afins. E também porque o prefeito joga futebol todo sábado pela manhã. Vai que…diria o comercial do Bradesco Seguros. E essa obra não deve custar menos de R$ 1,5 milhão, pois a degradação é total.

Um cafezinho, por favor

Pedir um cafezinho na prefeitura pode custar caro. Também, pelo preço que estão tentando comprar, valha-me Deus. A Prefeitura informou que vai corrigir os valores e adequá-los à realidade local. Senão terá que cobrar cafezinho dos servidores, prestadores de serviços e visitantes para cobrir o custo. Já emitiu nota corrigindo as informações não apenas do café, mas do leite também. Então, um brinde com café com leite.
Será que foi uma Caborezada?

Apareceu nas redes sociais uma programação com dia, horário e local dos shows do São João de Alagoinhas. A Prefeitura tratou de desmentir dizendo que era notícia falsa. Mas uma notícia falsa tão certinha, com quase todas as atrações que vão estar presentes, exceto Simone & Simária, cuja última está em tratamento contra tuberculose. Será que foi uma Caborezada da administração? Alguns dizem que a notícia foi vazada e o seu autor devidamente responsabilizado.

A Pastoral é nossa

A Pastoral do Menor, pela sua história, dedicação e compromisso com o social de Alagoinhas merece todo o apoio. Dia 27 ela promove a Feijoada Solidária, na sede da entidade, no Teresópolis, com a finalidade de arrecadar fundos para a manutenção de seus projetos. Com o tema “Um jeito gostoso de ajudar”, o evento terá voz e violão de Linda Castro e Elenilton.
Vamos a pena ajudar. Ingresso apenas R$ 15.

XV Trilha da Laranja

A XV Trilha da Laranja é um importante evento e já faz parte do calendário dos grandes acontecimentos esportivos de Alagoinhas. Sidney Costa já está em campo garimpando patrocinadores para o evento, que esse ano acontece no Parque de Exposições. Vale apoiar, participar e se alegrar.

Dantas Bião será ampliado

O Jornal Gazeta dos Municípios em sua edição de hoje traz uma matéria da Ascom do deputado Joseildo Ramos dando conta de uma verba de R$ 10 milhões para a ampliação do Hospital Dantas Bião. Vamos ficar de olho, guardar um exemplar do jornal, para cobrar a realização dessa obra. É importante. O povo não deve sofrer dobrado. Já sofre na fila  em busca de saúde, agora, se for engodo, vai sofrer de novo. Vamos ficar de olho.


Da Redação/ Luciano Reis Notícias, com Vanderley Soares/ Gazeta dos Municípios

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

TESTE MONERO Luciano Reis Noticias