Inquérito contra Renan envolve suposta propina da J&F para Renan Filho - Luciano Reis Notícias
Inquérito contra Renan envolve suposta propina da J&F para Renan Filho

Inquérito contra Renan envolve suposta propina da J&F para Renan Filho

Share This
Foto: Reprodução
A delação do ex-executivo da J&F, Ricardo Saud, é base para o inquérito aberto em 16 de maio pelo ministro Edson Fachin, no Supremo Tribunal Federal (STF). Quinta-feira (7), a Procuradoria Geral da República apontou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) entre os alvos da investigação, porque Saud cita Renan como receptor de R$ 9,9 milhões do montante de R$ 43 milhões em suposta propina. (Foto ilustração)
Dentro do enredo que será investigado pela PGR, o delator também acusa Renan de usar R$ 1 milhão para sua campanha de reeleição ao Senado e para eleger o então deputado federal Renan Filho (MDB) ao Governo de Alagoas, em 2014. As contas oficiais da campanha do governador registram R$ 1,3 milhão doados pela JBS, controlada pela J&F.
No depoimento gravado em vídeo pela PGR, Saud também afirmou o senador Renan “carimbou” não apenas o R$ 1 milhão para Renan Filho, mas também teria dado ordem para o repasse de outros R$ 2 milhões para o PMDB nacional, de Sergipe, do Amapá, para o PTB da Paraíba e para o PTdoB nacional.
“Renan Calheiros: R$ 9 milhões e 900. É, 1 milhão – que eu entendo também que o Renan usou parte desse dinheiro para preparar já sua eleição para à Presidência do Senado, e parte desse dinheiro para eleger o seu filho Renanzinho, em Alagoas… Um milhão para o PMDB de Alagoas, carimbado para o Renan Filho. Aí vem 300 mil para o PMDB de Sergipe, por ordem de Renan Calheiros; 500 mil para o PMDB do Amapá, por ordem de Renan; 455 para o PMDB nacional, carimbado para o Renan; 500 mil para o PTB da Paraíba, por ordem de Renan; 300 mil para o PT do B nacional, por ordem do Renan. Então, o que entendi disso aí, das conversas que a gente teve lá com ele, que ele já estava jogando alguns senadores, o senhor vai ver mais embaixo, para preparar a eleição dele para a presidência do Senado”, declarou o delator. 





Da Redação/ Luciano Reis Notícias, com Bahia na Política

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

TESTE MONERO Luciano Reis Noticias