Passageiros denunciam situação vergonhosa do transporte público, em Alagoinhas - Luciano Reis Notícias
Passageiros denunciam situação vergonhosa do transporte público, em Alagoinhas

Passageiros denunciam situação vergonhosa do transporte público, em Alagoinhas

Share This
Ônibus da Viação Cidade de Alagoinhas, quebrado em um horário de pico
em frente a Igreja Matriz, no centro de Alagoinhas.

(Foto: Reprodução/ Se Liga Alagoinhas)
Os usuários do transporte público de Alagoinhas(BA) sofrem com as más condições dos coletivos. Apesar de existir uma decreto nº 4289/2015, que exige a renovação da frota a cada cinco anos, os ônibus rodam além do prazo, com equipamentos e bancos danificados. Além disso, entre as principais queixas dos passageiros estão os atrasos, lotação, falta de manutenção e despreparo dos funcionários.
A cidade, que tem cerca de 155 mil habitantes, vende aproximadamente 80 mil passagens por mês. Além de circular com ônibus fora do prazo de validade estipulado, usuários registraram outros problemas nas empresas que operam no sistema público.
Na empresa Xavier, foram flagrados pelos menos seis assentos sem estofamento e alavanca da saída de emergência danificada em um coletivo da linha do bairro de Santa Terezinha.
Ônibus da Viação Cidade de Alagoinhas, quebrado em um horário de pico
em frente a Igreja Matriz, no centro de Alagoinhas.

(Foto: Reprodução/ Se Liga Alagoinhas)

Na Viação ATP, também foram encontrados os mesmos problemas, além de luminárias quebradas nas linhas dos bairros do Barreiro, 21 de Setembro e Linha Verde.
A dona de casa Lucineide disse que a situação dos coletivos está precária. Além dos atrasos, que segundo ela chegam a 40 minutos, há também problemas de manutenção dos veículos. “Na última segunda-feira (05), peguei um ônibus da empresa ATP que de uma hora pra outra começou a soltar uma fumaça, quando vimos a situação pedimos para o motorista abrir as portas”, relatou.
Os usuários também estão insatisfeitos com o atendimento prestado. “Outro dia, um motorista gritou comigo ordenando que eu subisse logo com meu filho pequeno porque ele estava atrasado”, reclamou a balconista, Ana Cecilia.
O autônomo Sergio Luiz também concorda que a situação está insustentável e precisa melhorar. “É preciso colocar empresas idôneas que tratem o transporte público com respeito e principalmente os usuários”, afirmou.
Nos mês de Março/2018 o Conselho Municipal de Transporte Público de Alagoinhas decidiu  pela quebra do monopólio das linhas do transportes públicos na cidade, o prefeito Joaquim Neto decidiu publicar um decreto acabando com o monopólio de exploração das linhas, autorizando o reordenamento das linhas e permitindo que as empresas de ônibus, ATP , Cidade Alagoinhas e Xavier pudessem explorar as linhas de ônibus entre si, porém até o momento a decisão não surtiu muitos efeitos para os usuários. 




Redação/ Luciano Reis Notícias, com Se Liga Alagoinhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

TESTE MONERO Luciano Reis Noticias