NOTA DE ESCLARECIMENTO: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) - Luciano Reis Notícias
NOTA DE ESCLARECIMENTO: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

NOTA DE ESCLARECIMENTO: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)

Share This
A Prefeitura de Alagoinhas, por meio desta nota esclarece que, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) – Regional Alagoinhas, conta com uma Central de Regulação, composta por médicos reguladores (MR), rádio operadores (RO) e técnicos auxiliares de regulação médica (TARM’s) que são responsáveis pelo acolhimento de toda e qualquer chamada de emergência através do número 192. São profissionais capacitados, altamente técnicos e treinados para identificar situações de gravidade com risco iminente de morte, assim como aquelas de menor complexidade e fornecimento de orientações a toda a população.
Este serviço funciona de forma ininterrupta, 24h por dia, recebendo ligações e prestando atendimento de urgência e emergência a cerca de 700 mil habitantes, em 18 cidades que compõe a regional.
O quadro atual de médicos é composto por 10 profissionais com vínculo Reda (aprovados em processo seletivo), sendo um destes, o Coordenador Médico do SAMU. Estes profissionais possuem carga horária semanal de 24h, em regime de plantão, conforme estabelecido no processo seletivo em que foram aprovados, facilmente disponíveis na internet. Portanto a informação de 40h semanais não procede.
Contamos ainda com outros 15 profissionais médicos com vínculo cooperativo, estes realizam plantão semanal ou quinzenal, a depender da necessidade do serviço, objetivando evitar a desassistência à população de Alagoinhas. O SAMU possui três médicos por dia, sendo dois médicos reguladores e um médico intervencionista.
Diante de falta de algum destes profissionais (exceção na presença de atestado de doença), o plantão é descontado na folha de pagamento, conforme é feito em qualquer empresa ou gestão pública que se dê ao respeito. Sendo assim, a informação de que profissionais recebem sem trabalhar a carga horária adequada não procede, mais um equívoco informado à população de Alagoinhas.
No que se refere às denúncias sobre as condições de trabalho dos profissionais, manutenção de veículos e alimentação, deixamos claro que estamos há pouco mais de um mês em uma base nova, recentemente inaugurada pela atual gestão, na qual foi completamente planejada, seguindo as normas e padrões orientados pelo Ministério da Saúde .
Em relação aos veículos, estamos com três viaturas novas e que passam por manutenção periódica na oficina contratada pela prefeitura, dispomos de notas dos serviços que são executados.
A carga horária dos profissionais assistenciais é em regime de plantão de 24 horas e os da regulação 12 horas. A alimentação garantida é almoço, jantar e café, aproveitamos para informar que a empresa fornecedora dos alimentos foi contratada recentemente e vem sendo notificada diariamente acerca de melhorias solicitadas pelos próprios profissionais.
É importante registrar também que não fomos notificados pela Polícia Federal sobre qualquer tipo de denúncia feita por profissionais do SAMU, inclusive consultamos todos os enfermeiros ativos do serviço, com intenção de compreender as necessidades da equipe e atender possíveis solicitações, porém os profissionais afirmaram desconhecer qualquer tipo de denúncia desta natureza.
Deste modo, em uma era de Fake News, em que notícias inverídicas se espalham facilmente em grupos de Whatsapp, como é o caso desta, reafirmamos o nosso compromisso com a verdade e a responsabilidade para com os deveres da administração pública, não só com os funcionários do SAMU, mas com toda a população que utiliza o serviço. ( SECOM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

TESTE MONERO Luciano Reis Noticias