ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Zona Azul de Alagoinhas: transtornos para o comércio e irregularidades na licitação; vereadores querem fim da cobrança

domingo, 17 de fevereiro de 2019

/ by REDAÇÃO
Foto: Reprodução
Sete vereadores da cidade de Alagoinhas entraram com um mandado de segurança, na última sexta-feira (15/02), para suspender imediatamente a cobrança da tarifa da Zona Azul. Nas redes sociais, moradores relatam que a medida, já no primeiro dia, trouxe sérios prejuízos ao comércio local.
De acordo com a bancada de oposição, a licitação vencida pela empresa E-Parking traz uma série de irregularidades e a população não foi ouvida. No Facebook, o vereador Anderson Baqueiro (SDD) acusou a gestão do prefeito Joaquim Neto de “não respeitar mototaxistas, caminhoneiros, comerciários e demais integrantes da sociedade”.
“Nos últimos dias, venho me posicionando com a Bancada de Oposição, cobrando ao Ministério Público que seja suspenso a cobrança do serviço, até que sejam sanadas as dúvidas para toda sociedade. Estamos impetrando na Justiça Mandado de Segurança para que possamos, de imediato, barrar a implantação da Zona Azul e a cobrança da tarifa. Ratifico a toda sociedade, que o meu mandato sempre foi pautado na transparência e na luta por uma sociedade igualitária”, pontuou o edil.
Já o vereador Thor de Ninha (PT), afirmou que multas “já começaram a ser aplicadas” e “as pessoas estão sendo obrigadas a pagar o valor de R$20”, mesmo “sem saber onde pagar a tarifa”.
Os abusos, de acordo com o petista, ocorrem “por incapacidade administrativa da E-parking”.
“A população está sendo penalizada. Fiz coro junto aos colegas da Bancada de Oposição e solicitei que estas multas sejam ressarcidas. Ainda antes do final da sessão, fomos informados de que o Superintendente da SMTT irá suspender a cobrança por um prazo de 10 dias e fazer o devido ressarcimento das multas ilegalmente cobradas. Esperamos que o prefeito do município tenha a decência de entender o clamor da população e trabalhe com responsabilidade e legalidade no trato com a coisa pública, e suspenda essa grande afronta ao povo de Alagoinhas que é a zona azul”, finalizou o Thor.
Vice-líder da Oposição, João Henrique Paolilo (Pode) lembrou que o grupo já foi recebido pela presidente da subseção da OAB, Thais de Faro, e foram apresentados documentos que mostram diversas irregularidades nos processos de concessão. Agora, os vereadores Anderson Baqueiro (SD), Caio Ramos (Rede), Darlan Lucena (PRP), João Henrique Paolilo (Pode), Luciano Sérgio (PT), Luciano Almeida (DEM) e Thor de Ninha (PT) aguardam um posicionamento do Ministério Público da Bahia (MP-Ba) sobre o tema.


Da Redação- Luciano Reis Notícias, com Informe Baiano

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
Desenvolvimento by Agência Ideia...