ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Paulo Preto é condenado a mais 145 anos de prisão

quarta-feira, 6 de março de 2019

/ by REDAÇÃO
Foto : Reprodução/Agência Senado
O ex-diretor da estatal paulista Dersa, o engenheiro Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi condenado quarta-feira (6) a 145 anos e oito meses de prisão pela juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Criminal Federal de São Paulo.
A condenação de Preto, que é suspeito de ser operador de propinas para políticos do PSDB, é baseada em supostos desvios de R$ 7,7 milhões pelas obras da Rodoanel Sul e da ampliação da avenida Jacu Pêssego, em São Paulo.
Paulo Preto já havia recebido condenação recentemente. Na última quinta-feira (28), a juíza Maria Isabel do Prado o condenou a 27 anos de prisão pelos crimes de cartel e fraudes em licitações no Rodoanel e em obras da Prefeitura de São Paulo.



Da Redação- Luciano Reis Notícias, com Metro 1

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
Desenvolvimento by Agência Ideia...