ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Com saída do Imegi, prefeitura licita administração na saúde por R$ 7 milhões

sexta-feira, 3 de maio de 2019

/ by REDAÇÃO
[Com saída do Imegi, prefeitura licita administração na saúde por R$ 7 milhões]

A Prefeitura de Salvador contratou hoje (3) duas empresas para administrar unidades de saúde antes geridas pelo Instituto Médico de Gestão Integrada (Imegi) -- alvo da Polícia Federal em março deste ano. 
De acordo com o Diário Oficial, a Associação de Proteção à Materinidade e Infância de Ubaíra irá administrar o Multicentro de Saúde Carlos Gomes. A empresa receber R$ 4,2 milhões. 
Já o Multicentro de Saúde Liberdade Prof. Vezerra Lopes será administrado pela mesma empresa ereceberá R$ 3,7 milhões.  Anteriormente, a prefeitura decidiu romper o contrar com o Imegi na UPA de Paripe. 
A gestão municipal decidiu suspender os pagamentos à empresa. Segundo a portaria, assinada pelo secretário Luiz Antonio Galvão, os valores que constam em nome da empresa serão "redirecionados exclusivamente para o pagamento dos empregados e prestadores de serviços médicos, de enfermagem e similares, ainda que por intermédio de pessoa jurídica". 
Em resposta, a Imegi disse que desde janeiro não recebia repasse do Palácio Thomé de Sousa. 
A operação foi deflagada no dia 20 de março e, segundo a PF, tem como objetivo de desarticular esquema criminoso que funcionava em Salvador. 
Ainda segundo a PF, as licitações eram direcionadas a beneficiar um Instituto contratado, o qual terceirizava, através de contratos superpostos e genéricos, parcelas do serviço a empresas recém constituídas e vinculadas ao próprio Instituto, tudo como mecanismo de retornar os valores das subcontratações em benefício de seus representantes e para suposto pagamento de propina a servidores vinculados à SMS/PMS. ( Metro 1 )

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
Desenvolvimento by Agência Ideia...