ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Fabrício Faro vai receber título de cidadão de Alagoinhas

sexta-feira, 3 de maio de 2019

/ by REDAÇÃO
Fabrício Faro

(Foto: reprodução)
A Câmara Municipal irá fazer a entrega na sexta-feira, 10 de maio, do título de Cidadão de Alagoinhas, ao ex-secretário municipal de Educação, Fabrício Faro. A concessão da honraria, foi uma iniciativa do vereador Luciano Almeida (DEM), por meio da Lei n º 00/18. A solenidade organizada pelo Legislativo, terá início às 19h. 


Site Luciano Reis Notícias


Fabrício de Santos Faro, nascido em Salvador, Bahia, no dia 15 de junho do ano cristão de 1975, filho de Miguel Ângelo Sobral Faro e de Maria Gisela de Faro, inicia sua vida acadêmica na UNIFACS – Universidade Salvador em 1993, como discente em Ciência da Computação. Em anos posteriores vieram outros estudos, algo inerente ao seu perfil que sempre se preocupou na qualificação acadêmica, e assim, investiu-se na área de especializações, como Análise de Sistemas, Educação à Distância, Mestrado Interdisciplinar em Modelagem Computacional, e atualmente, doutorando pela UCSAL – Universidade Católica do Salvador.
Sua inclinação de comprometimento em sua formação, preparação para atuar profissionalmente, alude ainda em complementar seus estudos, trazendo no seu bojo de ludicidade sua formação em curso de coordenadores de colegiado, de onde percebe-se sua ansiedade de atuar em meio acadêmico.
A fertilização perceptível na preocupação de ser um sujeito preparado para atuar profissionalmente sempre foi uma vertente positiva à sua pessoa, o que só lhe rendeu ascensão como sujeito referência.
Alagoinhas torna-se uma menção em sua vida, quando ainda mais jovem, encantando-se com a cultura local. Como se sabe, a cidade sempre teve seus encantos em diversos seguimentos; foi nessa cidade que a arte de alguns alagoinhenses se destacaram bastante, fosse no campo da literatura e educação, como Maria Feijó (1918), José Olívio Paranhos Lima (1955), o poeta e dramaturgo Lázaro Zacaríades, o poeta, professor e pesquisador acadêmico Ednaldo Soares, publicado no Brasil e na Itália, e o escritor e mestre em Linguística Adson Vasconcelos (1965), autor de diversos livros didáticos, pedagógicos e literários. Não só fosse o encanto literário, mas dos festejos e encantos das famosas festas de micaretas realizadas na cidade, o que contribuiu para a vinda de diversos sujeitos a visitarem a região e dela se tornarem verdadeiros filhos adotivos, o que não foi diferente com o moçoilo Fabrício Faro.
Esse período foi fértil para o jovem Faro, a identificação foi de imediato com os ares alagoinhenses. Nesta cidade, Faro conhece a jovem Adriana, com a qual empeza um relacionamento e cumplicidade nos laços amorosos, levando-os ao matrimônio, o qual já se faz quase duas décadas. Dessa união, nascem os filhos alagoinhenses, Miguel e Gabriel Faro, ambos frutos de uma união sólida e verdadeira.
Dando continuidade a sua liame com a cidade, muitas foram e ainda são as suas atividades e competências creditadas por todos que fazem parte da sua vida pessoal e profissional.
Em 1996, atua como professor visitante, laborando como docente de informática para o ensino fundamental e médio, no Colégio Santíssimo Sacramento; colégio esse de uma importância muito grande na cidade e região há mais de 75 anos, por seu passado histórico e pelas muitas contribuições na educação e formação de diversos cidadãos e cidadãs que por ela passaram e passam, além dos muitos serviços sociais que realiza.
No ano de 1997, Fabrício Faro desenvolve trabalhos como Diretor de Cultura na cidade de Alagoinhas, trazendo suas contribuições para o desenvolvimento daquilo que se pode chamar de “a identidade de um povo” baseada nas suas práticas culturais e fomentação de identidade.
Nesse período, também, levado a ser Chefe de Auditoria e Estatística da SEDUC – Secretaria de Educação, apresentando resultados com sua atuação.
Já literalmente um filho da terra e cidadão adotivo, percebe o potencial econômico da região e funda na condição de sócio proprietário a sua empresa denominada “Mister Chip Informática”, a qual prestou relevantes trabalhos na área de tecnologia aos muitos clientes que agregou no período de sua existência.
Em 1998, Faro tem sua presença marcante na UNEB – Universidade do Estado da Bahia,
desenvolvendo suas atividades como professor substituto. É Importante salientar que, a UNEB, identificada como Campus II, engendrou diversas contribuições ao longo das décadas na cidade. Essa universidade que agrega Faro ao seu quadro de talentos, conta com os Departamentos de Educação (DEDC) e de Ciências Exatas e da Terra (DCET), além de mestrados na área de história e crítica cultural; esse último, em trâmite para inserção de doutorado. Foi o segundo campus a ser implantado pela instituição para o cumprimento da missão de produzir, difundir, socializar e aplicar o conhecimento nas diversas áreas do saber.
2004, Faro começa a enveredar como servidor público, dando passos largos como coordenador de curso e professor auxiliar, ainda pela UNEB, espaço onde, também, mostra seu potencial para atuar como coordenador de bacharelado em Análises de Sistemas, das quais exerceu funções como professor de graduação, pós graduação e extensão.
De volta as instalações do espaço Santíssimo Sacramento, retorna não mais para o colégio, mas para a Faculdade Santíssimo Sacramento, essa mantida pela Associação Missionária do Santíssimo Sacramento e Maria Imaculada, hoje atualmente denominada “Associação Educativa e Cultural Maria Emília”, entidade fundada em 1º de janeiro de 1935. Seu papel é ser seu diretor administrativo financeiro, além de professor dos cursos de graduação, pós graduação e extensão oferecidos pela instituição, além de, também, ser coordenador do curso de pós graduação em Gestão da Informação com Ênfase em Redes de Computadores e Aplicação WEB, Sub coordenador do Curso de Pós Graduação em Saúde Coletiva com Ênfase em Sistema de Informação, coordenador do Programa Universidade para Todos (PROUNI), coordenador do Curso de Extensão em Excel Avançado.
2013 é um ano muito importante para Faro, que mais uma vez mostra o seu talento, tornando-se servidor público federal ingressado como professor e em seguida coordenador e curso subsequente pelo IF BAIANO – Instituto Federal Baiano do Campus Governador Mangabeira, mostrando seu potencial lúdico na casa, onde, meramente reconhecido e admirado por todos os seus colegas e alunos; 2016, aos exatos vinte e três de dezembro, conclui suas atividades para enveredar outras responsabilidades a ele confiadas, já agora sendo removido pro Campus do IFBAIANO Alagoinhas.
Com um brilhante currículo de atuação e prestação de serviços relevantes à Alagoinhas e a sua população, e de já ser um filho não mais adotivo dessa cidade, como outrora se fez dizer em parágrafos anteriores, condiciona-se a todos a entenderem que, Faro, é fruto que a terra mãe alagoinhense ratifica como sendo seu filho; Fabrício Faro ex-Secretário de Educação Municipal, atuou com presteza, compromisso e dedicação à tarefa de planejar, organizar, dirigir e controlar os rumos da educação municipal de jovens e adultos de uma cidade que tem potencial na sua política, economia, nas artes e na educação.







Da Redação- Luciano Reis Notícias



Ouça aos domingos na Rádio Mundial FM 105.9, às 7 da manhã, o programa Domingo News, e fique informado de tudo o que acontece em Alagoinhas e região. 



Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
Desenvolvimento by Agência Ideia...