>
Luciano Reis Notícias : Qualificação: Profissionais de saúde participam de capacitação em Manejo Clínico e Prevenção de Incapacidade em Hanseníase

ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Qualificação: Profissionais de saúde participam de capacitação em Manejo Clínico e Prevenção de Incapacidade em Hanseníase

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

/ by REDAÇÃO

Profissionais médicos e enfermeiros das Unidades de Saúde da Família, equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), membros da Vigilância Epidemiológica e da Unidade de Reintegração Funcional (URF) participam, esta semana, de uma capacitação realizada através de uma parceria entre estado e município.
A capacitação, voltada ao Manejo Clínico e à Prevenção de Incapacidade em Hanseníase, começou ontem (10) e segue até sexta-feira, 13 de setembro, quando serão realizadas atividades práticas de atendimento junto aos participantes.
“O objetivo maior é capacitar médicos, enfermeiros e fisioterapeutas no que se refere ao manejo clínico, diagnóstico e tratamento da hanseníase. Alagoinhas é um município endêmico, temos um grande número de casos, e trouxemos profissionais da Sesab para essa capacitação voltada ao atendimento ao portador da doença. O foco é qualificar o atendimento ao usuário. Com conhecimento, a gente traz melhorias ao atendimento para esse indivíduo”, explicou o coordenador Paulo Márcio, da Policlínica Municipal.
Foto: Divulgação SECOM
Quem abriu a capacitação e iniciou as discussões foi Greice Cruz, técnica do Grupo Temático de Hanseníase da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Salvador e as especificidades do manejo clínico foram conduzidas por Humberto Barreto, médico do Programa da referência municipal de Itabuna.
Foto: Roberto Fonseca
Além de aspectos de diagnóstico e tratamento, também foram abordadas formas de prevenção e transmissão da doença infecciosa. A capacitação conta ainda com a presença de Leila Lemos, fisioterapeuta da base regional de Santo Antônio de Jesus, que trouxe, para o debate, em Alagoinhas, aspectos sobre prevenção da incapacidade em Hanseníase e avaliação neurológica simplificada.
Em números, os dados do Ministério da Saúde revelam que os casos de pessoas diagnosticadas com Hanseníase cresceram, no Brasil, nos últimos anos, após mais de uma década em queda; em 2016, mais de 25 mil pessoas haviam sido diagnosticadas e, no ano passado, já eram 28.657 pessoas com o diagnóstico da doença.
No interior da Bahia, a Secretaria de Saúde aposta na qualificação profissional para o diagnóstico precoce e para a prevenção, com foco na redução do número de incidências.
Foto: Roberto Fonseca
Com a parceria entre estado e município, os profissionais da rede de saúde, em Alagoinhas, têm 4 dias de formação e a previsão, segundo a coordenação do município, é que as atualizações sejam contínuas. Na quinta e na sexta-feira, os participantes passam pela parte prática da capacitação, nos períodos matutino vespertino.
Foto: Roberto Fonseca


A Secretaria Municipal de Saúde informou que o aperfeiçoamento de habilidades e competências, o compartilhamento de experiências e o debate profissional são parte fundamental do trabalho em saúde e contribuem para a estruturação cada vez mais eficiente da rede. Em média 100 profissionais do município participam da capacitação, em Alagoinhas. ( SECOM )

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
Desenvolvimento by Agência Ideia...