>
Luciano Reis Notícias : Outubro Rosa: tatuador baiano reconstrói mamilos de mulheres após retirada das mamas

ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

Outubro Rosa: tatuador baiano reconstrói mamilos de mulheres após retirada das mamas

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

/ by REDAÇÃO
[Outubro Rosa: tatuador baiano reconstrói mamilos de mulheres após retirada das mamas]

Na luta contra o câncer de mama, há casos em que é necessário fazer uma mastectomia, que é a retirada de toda a glándula mamária. Embora seja possível reconstruir a mama por meio de cirurgias plásticas, a ausência do mamilo costuma causar desconforto estético às mulheres que passam pelo procedimento. Há quatro anos, o tatuador baiano Diego Rangel ajuda a promover o resgate da autoestima delas e faz a reconstituição do mamilo através de uma tatuagem. Todas as segundas-feiras, uma paciente é atendida por ele de forma gratuita.
Segundo Rangel, o projeto começou durante o Outubro Rosa de 2015. "Eu percebi que muitos anos de trabalho com tatuagem realista me gabaritavam a tatuar um mamilo em uma mulher mastectomizada. Marcamos algumas pessoas para fazer uma experiência e a coisa simplesmente explodiu, a procura foi gigantesca. Nunca mais parei, mesmo não ganhando dinheiro com isso, o meu ganho é enorme, mas nada tem a ver com grana", conta.
Foto: Arquivo PessoalA iniciativa logo ganhou o apoio de médicos, que passaram a indicar o trabalho de Rangel para as pacientes. O tatuador explica que a reconstituição do mamilo costuma ser realizada um ano após a última cirurgia de reconstrução mamária. "Os médicos que me indicam costumam dizer que o meu trabalho é o último no processo, é o que fecha com 'chave de ouro' e devolve a confiança da mulher", afirma.
Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), órgão do Ministério da Saúde, em média, as mulheres brasileiras descobrem a doença aos 56 anos. Casos em mulheres abaixo dos 35 anos são incomuns, mas de acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, a incidência tem aumentado nessa faixa etária, estando entre 4 e 5% dos casos. Historicamente, o índice era de 2%. Rangel diz que fica particularmente sensibilizado quando mulheres jovens o procuram para fazer a reconstituição do mamilo após a mastectomia. "Não deve ser fácil encarar essa batalha quando ainda se tem pouca maturidade", avalia. Especialistas apontam que os tumores tendem a ser mais agressivos nesse grupo, e a doença acaba sendo diagnosticada tardiamente.
Questionado se houve alguma história especialmente marcante entre tantas que conheceu ao longo dos quatro anos de trabalho, o tatuador diz, a princípio, que é difícil destacar apenas uma. Logo em seguida, no entanto, ele lembra de uma paciente que passou a tratá-lo "quase como um filho". "Sempre lembro de uma senhora que lavava roupas para terceiros e que ficava me chamando de 'doutor'. Eu me sentia desconfortável com essa denominação, até que ela disse com tom surreal de sabedoria: 'Eu não vejo muita diferença do que o senhor está fazendo comigo em relação aos que os médicos fizeram, pra mim a nobreza é a mesma, a importância é igual'. Ela me encheu de presentes, voltou até mim algumas vezes", narra, acrescentando: "Sério, essa história sempre me causa um arrepio na espinha".
As interessadas em fazer o procedimento devem procurar o estúdio Família Rangel Tattoo Team (veja endereço e contatos abaixo) e agendar uma conversa com Rangel. Nesse encontro, o tatuador busca conhecer o caso e a história da paciente, além de se certificar de que ela está preparada psicologicamente para realizar a reconstituição. O artista afirma que é possível recriar o mamilo e deixar o seio bonito "na maioria dos casos", mas ressalta que há exceções. "Infelizmente existem casos onde não há o que fazer, e é minha obrigação ser sincero, primeiro por uma questão de profissionalismo, segundo por uma questão de caráter. Não posso frustrar alguém que já está passando por uma batalha tão árdua", pontua.
A estimativa do Inca aponta que serão registrados quase 60 mil novos casos de câncer de mama em todo o país só neste ano. Na Bahia, a previsão é de 2.870 registros, sendo 1.020 em Salvador. Em 2016, pouco mais de 16 mil mulheres brasileiras morreram devido à doença, o que representa uma taxa de 15,4 óbitos a cada 100 mil mulheres. O diagnóstico precoce, por meio do autoexame da mama e de exames médicos, aumenta as chances de cura. O mês de outubro é dedicado à conscientização sobre a prevenção da doença, com a campanha Outubro Rosa. ( Metro 1 )

Endereço e contatos

Família Rangel Tattoo Team - Shopping Ateliê Place - Av. Octávio Mangabeira, 2401 - Pituba - Salvador (BA)
Telefone (71) 3492-5345 / WhatsApp (71) 9999-3543

Nenhum comentário

Postar um comentário

Don't Miss
© all rights reserved
Desenvolvimento by Agência Ideia...