>
Luciano Reis Notícias

ALAGOINHAS

ALAGOINHAS

BAHIA

BAHIA

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO E FAMOSOS

Corpo de homem desaparecido é encontrado em Alagoinhas

Nenhum comentário
O corpo de Alexsandro Silva de Jesus, de 45 anos, foi encaminhado para o IML de Alagoinhas

(Foto: Reprodução)
O corpo de Alexsandro Silva de Jesus, de 45 anos, foi encontrado na tarde desta sexta-feira (24), em uma plantação de eucaliptos entre os povoados de Estevão e Narandiba, em Alagoinhas.

Ele estava desaparecido desde o dia 3 de janeiro, após sair de casa para ir trabalhar.
De acordo com o boletim de ocorrência, o corpo da vítima estava e estado avançado de decomposição, apresentando marca de tiro na região frontal da cabeça.
Ainda conforme o boletim, pertences da vítima foram encontrados no local, e ajudou na identificação do corpo.
O caso segue sob investigação da Polícia Civil, e conforme a imprensa local, duas pessoas suspeitas de participação no crime foram presas.

Da Redação- Luciano Reis Notícias, com APO. 

Associação indígena aciona Bolsonaro na Justiça por racismo

Nenhum comentário
[Associação indígena aciona Bolsonaro na Justiça por racismo ]
A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) vai entrar na Justiça contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, por crime de racismo. O anúncio foi feito na noite de ontem (23), em publicação no Twitter, pela líder indígena Sônia Guajajara, que é coordenadora executiva da organização. 
"Nós, povos indígenas originários desta terra, exigimos respeito. Bolsonaro mais uma vez rasga a Constituição ao negar nossa existência enquanto seres humanos. É preciso dar um basta a esse perverso", disse.
Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o presidente disse que, cada vez mais, o índio está "evoluindo" e se tornando um "ser humano igual a nós". Bolsonaro afirmou ainda que o Conselho da Amazônia, estrutura criada no início da semana e que será comandada pelo vice-presidente Hamilton Mourão, será responsável pela coordenação das atividades de proteção da floresta e também pela defesa das reservas indígenas. ( Metro 1 )

MEC nomeia novo presidente da Capes

Nenhum comentário
[MEC nomeia novo presidente da Capes]

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, nomeou hoje (24) o novo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O escolhido foi o reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Benedito Guimarães Aguiar Neto.
A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União junto à exoneração de Anderson Ribeiro Correia do cargo. Ele mesmo indicou Aguiar Neto, já que queria deixar a função desde o ano passado.
A Capes é uma das principais agências de incentivo à pesquisa no Brasil e alimenta diversas instituições de ensino com bolsas a integrantes de estudos acadêmicos. Em 2019, o bloqueio orçamentário na Educação causou o corte de uma série de auxílio financeiros para os pesquisadores. ( Metro 1 )

Justiça determina pensão de R$ 100 mil para viúva de Gugu

Nenhum comentário
[Justiça determina pensão de R$ 100 mil para viúva de Gugu ]

Médica e ex-mulher de Gugu Liberato, Rose Miriam di Matteo, conseguiu na Justiça de São Paulo o direito de receber pensão de R$ 100 mil por mês. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
Na decisão do juiz da 9ª Vara da Família e das Sucessões do Foro Central da Capital do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, o magistrado ressalta que o valor é equivalente ao que Gugu destinou para o sustento de sua mãe, Maria do Céu.
Segundo os advogados de Rose Miriam, após a morte de Gugu, a viúva ficou sem recursos até para manter as despesas de casa, já que a família do apresentador não repassou nada para ela.
Rose Miriam acionou a Justiça, em dezembro do ano passado, pedindo o reconhecimento de união estável com Gugu, com quem teve três filhos.  ( Metro 1 )

Boipeba: Defensoria apura danos que empreendimentos imobiliários podem gerar em comunidades

Nenhum comentário
[Boipeba: Defensoria apura danos que empreendimentos imobiliários podem gerar em comunidades]

A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) abriu um procedimento para apurar os eventuais danos coletivos que grandes empreendimentos imobiliários ameaçam gerar às comunidades tradicionais que vivem na ilha de Boipeba, no município de Cairu.
A ilha integra área de proteção ambiental permanente. Para a DPE-BA, a fim de evitar a descaracterização socioambiental produzida por turismo predatório, o desenvolvimento da comunidade deve estar submetido ao uso sustentável dos recursos naturais e em harmonia com os modos de vida que caracterizam a identidade do território.
Com cerca de três mil habitantes, a população local é formada, em sua maioria, por pescadores artesanais, extrativistas de baixo impacto, marisqueiras e remanescentes quilombolas.
Uma das questões que o procedimento pretende esclarecer é o termo de compromisso para compensação ambiental firmado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) com o empreendimento turístico imobiliário "Fazenda Ponta dos Castelhanos". Conforme o termo, a construção vai ter uma contrapartida financeira de pouco mais de R$ 183 mil.
“O Inema celebrou o termo de compensação ambiental com este empreendimento, todavia não garantiu o direito de consulta às comunidades tradicionais locais, assim como não atentou ao direito de ir e vir, ao direito de identidade cultural envolvido com os grupos que ali estão localizados, comprometendo o direito geracional de ser e permanecer”, diz, em nota, a defensora pública Aline Vieira de Queiroz. ( Metro 1 )

Bahia: 21 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo em 2019, aponta MPT

Nenhum comentário
[Bahia: 21 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo em 2019, aponta MPT]

Em 2019, 21 trabalhadores foram resgatados do trabalho escravo na Bahia, segundo dados divulgados hoje (24) pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Deste total, nove são venezuelanos.
De acordo com o órgão, seis ações fiscais terminaram com a configuração de situação de trabalho escravo, sendo cinco na zona rural e um na zona urbana.
De acordo com o órgão, em todo o território nacional foram realizadas 45 operações de resgate no ano passado. Mais de mil trabalhadores foram retirados da situação de trabalho semelhante à de um escravo. Em 70% das operações, houve libertação de trabalhadores.
Na Bahia, as ações de combate ao trabalho escravo são realizadas pela Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo – Coetrae Bahia, e pelo grupo de Articulação para Erradicação do Trabalho Escravo na Bahia (Gaete). ( Metro 1 )

'Quarta ou quinta', diz Bolsonaro sobre 'casamento' com Regina Duarte

Nenhum comentário
['Quarta ou quinta', diz Bolsonaro sobre 'casamento' com Regina Duarte]

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (24) que o "casamento" com a atriz Regina Duarte como condutora da Secretaria Especial de Cultura deve ser confirmado no próxima semana. 
"Continuo namorando. Acredito que na quarta ou quinta a gente assina no cartório e faz o casamento", disse o presidente.
A atriz global tem seu nome cotado para a pasta desde a demissão de Roberto Alvim, retirado da secretaria após publicar um vídeo com referências nazistas.
Mesmo sem ter confirmado a sua entrada no governo de Jair Bolsonaro, Regina Duarte escolheu nesta quinta-feira (23) como "número 2" da Secretaria Especial de Cultura a reverenda Jane Silva, atual secretária de Diversidade Cultural. ( Metro 1 )

MP-BA aciona empresa por vender consórcio como se fosse carta de crédito

Nenhum comentário
[MP-BA aciona empresa por vender consórcio como se fosse carta de crédito]

O Ministério Público do Estado da Bahia ingressou com uma ação civil pública contra a Newbens Serviços de Agenciamento e Intermediação de Negócios e Consórcios Eireli pedindo que a Justiça determine a suspensão das atividades da empresa. Ação é “em razão dela não ter autorização do Banco Central do Brasil para atuar na área de consórcio de bens”.
Caso a Justiça opte por não suspender o seu funcionamento, a promotora de Justiça, Joseane Suzart, pede que a ré seja obrigada a prestar informações precisas sobre os serviços e produtos que oferece aos seus clientes, bem como se abstenha de disponibilizar a oferta de “carta de crédito” e “consórcio carta contemplada”, explicitando o objeto do contrato de consórcio.
De acordo com reclamações apresentadas por consumidores e confirmadas pela 5ª Promotoria de Justiça, a empresa estaria negociando com os consumidores propostas de “carta de crédito” e “consórcio carta contemplada”, assegurando, por meio de propaganda e de seus vendedores, “garantia de que a quantia contratada seria disponibilizada aos clientes uma semana após firmado o contrato”.
Segundo a Promotoria, a empresa usava cláusulas abusivas nos contratos, nas quais pretendia eximir-se de suas responsabilidades legais. Dentre esses instrumentos estaria um “termo de responsabilidade”, por meio do qual o próprio consumidor declarava “não ter recebido qualquer promessa de contemplação com prazo determinado”, fosse por sorteio ou por lance. ( Metro 1 )

Dólar ganha força ante real acompanhando exterior com mercados de olho em vírus chinês

Nenhum comentário
 O dólar iniciava a sexta-feira com leve alta em relação ao real, em meio à força da moeda norte-americana no exterior, com os investidores internacionais atentos ao noticiário sobre o surto de coronavírus na China. (Foto ilustração)
Às 10:24, o dólar avançava 0,21%, a 4,1755 reais na venda. O dólar futuro de maior liquidez tinha alta de 0,23%, a 4,1825 reais.
Na véspera, o dólar interbancário fechou em queda de 0,22%, a 4,1668 reais na venda.
Segundo Alvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais, "o dólar está oscilando dentro de uma faixa entre 4,15 e 4,20, o que era previsto para o ano".
No exterior, o alívio dos investidores impulsionava o dólar contra divisas consideradas seguras, como o iene japonês e o franco suíço, enquanto o índice da moeda norte-americana subia 0,21%.
O dólar forte nos mercados internacionais deixava alumas das principais divisas arriscadas -- como o dólar australiano, o peso mexicano e a lira turca -- em queda. (Por Luana Maria Benedito)

Brasil abre 644.079 vagas formais de trabalho em 2019, melhor dado desde 2013

Nenhum comentário
O Brasil abriu 644.079 vagas formais de trabalho em 2019, no melhor resultado em seis anos, segundo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado nesta sexta-feira pelo Ministério da Economia. (Foto ilustração)
Em 2018, o país havia aberto 529.554 postos de trabalho. O total do ano passado representa a maior abertura de vagas desde 2013, quando 1.117.171 delas foram abertas, na série com ajustes.
O resultado de dezembro, tradicionalmente negativo, foi de fechamento de 307.311 vagas, contra projeção em pesquisa da Reuters de encerramento de 320 mil postos.
No ano, o desempenho positivo foi puxado pela criação de vagas no setor de Serviços, com abertura de 382.525 postos. Aparecem em seguida Comércio (+145.475), Construção Civil (+71.115) e Indústria de Transformação (+18.341).
Em comparação com 2018, houve forte melhoria na abertura de postos na construção civil, com aumento de 53.158 vagas em 2019. Com isso, o saldo positivo do setor ficou quase quatro vezes superior ao observado um ano antes. (Reuters)
© all rights reserved
Desenvolvimento Alves Comunicação Digital...