Heineken produzirá em Alagoinhas cerveja de classe mundial

Alagoinhas

Na última terça-feira (4), o prefeito Joaquim Neto visitou a fábrica da Heineken e foi recebido por Luciano Fonseca, diretor industrial, e Marcelo Brito, diretor regional da companhia.

Uma informação chamou a atenção do prefeito para a importância de Alagoinhas no mercado de bebidas: o diretor assegurou que a planta industrial começará a produzir a cerveja Amstel, que compõe o amplo portfólio da Heineken e é considerada marca de classe mundial, com 150 anos de mercado e aprovação de consumidores de vários continentes.

Foto: Fábrica da Heineken em Alagoinhas

“É um grande orgulho para Alagoinhas ter unidade fabril da Heineken e mais ainda pela importância da fábrica na estratégia de mercado da companhia, que investe continuamente na melhoria dos processos e amplia a produção, agora com a cerveja Amstel, considerada uma das melhores do mundo”, salientou o prefeito.

Para ele, além do fortalecimento da imagem de Alagoinhas como um dos principais polos de bebidas do Brasil, a produção da Amstel revela que a direção da empresa avalia a unidade local como importante geradora de receitas, atualmente uma das mais relevantes do conglomerado industrial, controlador de mais de 170 fábricas espalhadas pelo mundo.

Mais de 80% da mão-de-obra direta da unidade, de 900 trabalhadores, de acordo com informações repassadas ao prefeito, é de Alagoinhas, o que acaba gerando impactos positivos na economia. “Apesar da crise e dos problemas que ainda enfrentamos pelos desdobramentos da pandemia, que todos nós conhecemos, o parque industrial de nossa cidade é pujante, moderno do ponto de vista tecnológico e tem sido capaz de enfrentar os grandes desafios do momento”, assegurou o chefe do Executivo.

Água

Diferencial de Alagoinhas, a água utilizada na composição de bebidas, principalmente dos produtos alcoólicos, garante às cervejas produzidas aqui qualidade praticamente incomparável no Brasil e em grande parte do mundo. “Entramos no mapa mundial de produção de cervejas e ocupamos posição estratégica neste mercado global, extremamente competitivo e que exige grandes investimentos”, disse o prefeito.

Grupo Petrópolis

Bruno Pinto e Renato Souza, do Grupo Petrópolis,  receberam o prefeito Joaquim Neto com  boas notícias: o mercado vem reagindo e as perspectivas são otimistas.

“As fábricas da Heineken e do Grupo Petrópolis são referências positivas para nossa cidade e nos orgulham pela importância que têm nas estratégias de mercado de suas companhias, que a partir de Alagoinhas abastecem centros consumidores de vários estados”, finalizou o prefeito.

Foto 2:  Bruno Pinto (esq.), prefeito Joaquim Neto e Renato Souza (dir.)

 

 

Da Redação- Luciano Reis Notícias, com Secom