Conta de luz para famílias de baixa renda segue com bandeira vermelha 2 em outubro

Brasil

Reflexo da crise que afeta os reservatórios das usinas hidrelétricas no Brasil, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, sexta-feira (24/9), que a conta de luz das famílias de baixa renda — incluídas na Tarifa Social — continuará com a bandeira vermelha 2. (Foto ilustração)

Com isso, a cobrança adicional na conta de luz é de R$ 9,49 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos.

Diferentemente dos outros consumidores, os de tarifa social são isentos de pagar a bandeira escassez hídrica, que entrou em vigor para os demais em setembro e deve permanecer até 30 de abril de 2022. (metropolis)

 

 

Da Redação- Luciano Reis Notícias, via Bahia na Política