OMS vê risco de mais 500 mil mortes por Covid-19 na Europa

Mundo Saúde

A OMS (Organização Mundial da Saúde) se mostra preocupada com o aumento dos casos de Covid-19 na Europa. O diretor regional da organização, Hans Kluge, disse em entrevista à BBC no sábado (20) que o continente pode ter mais 500 mil mortes por causa da doença até março de 2022. (Foto ilustração)

Com o aumento das infecções em países como Alemanha e Áustria, Kluge sugeriu a imediata retomada da obrigatoriedade do uso de máscaras e o estímulo à vacinação.

Segundo ele, o inverno, a falta de vacinação e a presença da variante delta, mais contagiosa, são os fatores responsáveis por esse aumento no número de casos na Europa.

“Covid-19 é mais uma vez a causa número um de mortes em nossa região”, disse Kluge, acrescentando que “sabemos o que precisamos fazer” para combater este vírus.

Em sua opinião, a obrigatoriedade da vacinação deve ser algo adotado como “último recurso”, já que medidas como o uso do passaporte vacinal podem ser tomadas antes disso.

O diretor europeu da OMS destacou que essas decisões não implicam uma restrição à liberdade, mas são “uma ferramenta para manter nossa liberdade individual”.

A Áustria se tornou o primeiro país europeu a anunciar a vacinação obrigatória até fevereiro de 2022, enquanto países como a República Tcheca e a Eslováquia comunicaram novas restrições para pessoas não imunizadas. (R7)

 

Da Redação- Luciano Reis Notícias, via Bahia na Política