Bolsonaro pede explicações a Rui Costa sobre destino dos R$ 49 milhões investidos em respiradores

Brasil Minha Bahia Política

Ouça de segunda a sexta-feira, das 6h às 8h da manhã, na Rádio Ouro Negro FM 100.5, o Programa Primeira Mão para Alagoinhas, Catu e mais de 80 cidades, incluindo Litoral Norte e Agreste Baiano, Região Metropolitana e Salvador. Participe pelos telefones (75) 3199-0213- (71) 3838-8807- (71) 3641-6000.- (75) 9 8215-3927 (WhatsApp). Você pode ouvir também pelos aplicativos das Rádios Ouro Negro FM e Web 2 de Julho, no Rádios Net, além das lives na página da Rádio Web 2 de Julho, no Facebook:  https://www.facebook.com/radio2dejulho e You Tube: https://www.youtube.com/channel/UCfYzDju7325ZmPFHb35mI9g

 

O Consórcio Nordeste realizou a compra dos equipamentos,que nunca foram entregue

O presidente Jair Bolsonaro pediu explicações ao governador da Bahia, Rui Costa (PT), sobre qual foi o destino dos R$ 49 milhões retirados dos cofres públicos para aquisição de respiradores que nunca foram entregues. A declaração do chefe do Executivo foi feita na manhã desta quinta-feira (25), em entrevista à rádio Sociedade da Bahia.

Questionado sobre ser a favor ou não da realização do Carnaval em 2022, Bolsonaro afirmou que, por ele não teria a festa momesca, mas que a decisão final não poderia ser dele, e sim dos chefes de estado. O presidente ainda se defendeu das acusações sobre ser o responsável pela morte de mais de 600 mil brasileiros pela doença e pontuou que o que coube ao governo federal foi enviar recursos para os estados combaterem a doença.

 

Foto: Reprodução/You Tube

 

“Mandamos recursos para estados e municípios, para medicamentos, equipamentos, respiradores e por falar em respiradores, o governo da Bahia deve explicar já que ele, [Rui Costa] é chefe do Consórcio Nordeste, para onde foram os 49 milhões de reais, onde está essa grana? Sumiu para comprar os respiradores e não chegou. [O caso] não foi apurado na CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito] em Brasília, mas está sendo apurado na do Rio Grande do Norte”, cobrou Bolsonaro.

O chefe do Planalto ressaltou em seguida que o governo federal fez sua parte e que, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), cabe aos responsáveis pelos estados e municípios o combate efetivo da doença. “Os governos e prefeitos têm essa responsabilidade no combate à pandemia e não faltavam recursos para eles nesse sentido”, completou.

A declaração do chefe do Executivo foi feita na manhã desta quinta-feira (25), em entrevista à rádio Sociedade da Bahia. Foto: Reprodução/You Tube

 

Da Redação- Luciano Reis Notícias, com VNotícias