Informação com precisão

Ciro Gomes: “Não acusei o eleitorado de Bolsonaro de nazista”

Ciro Gomes (foto ilustração) disse em suas redes sociais que não acusou os eleitores de Jair Bolsonaro de serem nazistas. Segundo o pré-candidato do PDT à Presidência da República, uma fala sua durante entrevista na semana passada foi distorcida pelo site da CNN Brasil.

“Aproveitei para esclarecer uma manchete distorcida do site da CNN criada a partir de uma entrevista em Campinas. Não acusei o eleitorado de Bolsonaro de nazista, mas apontei a existência de grupos fascistas e neonazistas que lhe apoiam. Entre uma coisa e outra, há muita diferença”, escreveu no Twitter.

Na semana passada, em entrevista à rádio CBN de Campinas, Ciro disse que o Brasil tem 15% de eleitores “nazistas”. O pré-candidato deu a declaração quando falava sobre os apoiadores de Jair Bolsonaro.

“O Brasil tem 10%, 12%, 15%, de eleitores que se identificam com Bolsonaro. São nazistas mesmo, fascistas. São anticiência, são homofóbicos. Acreditam na terra plana, exploram a religiosidade popular, exploram os temas da moral popular. Isso são 10%, 12%, o que explica por que o Tarciso, um cara do Rio de Janeiro, chega aqui em São Paulo e, só porque é candidato do Bolsonaro, já está rivalizando com os primeiros”, afirmou. (oantagonista)

 

Da Redação- Luciano Reis Notícias, via Bahia na Política.

error: Content is protected !!